Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10469/6584


Tipo de Material: Artículo
Título : A construção social das favelas no Rio de Janeiro (Brasil) como territórios de violência (Misceláneo)
Otros Títulos : The Social Construction of Slums in Rio de Janeiro (Brazil) Territories as of Violence
Autor : Postigo, Evelyn Louyse Godoy
Fecha de Publicación : 2014-12
Ciudad: Editorial : Quito, Ecuador : FLACSO Ecuador : Relasedor
ISSN : 1390-4299 (en línea)
Cita Sugerida : Postigo, E. L. G. (2014). A construção social das favelas no Rio de Janeiro (Brasil) como territórios de violência (Misceláneo) = The Social Construction of Slums in Rio de Janeiro (Brazil) Territories as of Violence. En: URVIO Revista Latinoamericana de Estudios de Seguridad. Inteligencia criminal, 15, 113-125.
Descriptores / Subjects : FAVELA
VIOLÊNCIA
ESTADO
MARGINALIDADE
RIO DE JANEIRO (BRASIL)
BRASIL
Paginación: p. 113-125
Resumen / Abstract : O presente artigo tem por objetivo abordar o processo pelo qual a violência é base constitutiva da relação que o Estado estabelece com populações marginalizadas. Para tanto, apresentarei a sequência eventos que marcaram a cidade do Rio de Janeiro/RJ – Brasil na semana de 21 a 28 de novembro do ano de 2010 – tomados aqui como um “evento crítico”. Em seguida, percorro o processo pelo qual as favelas cariocas passam a ser entendidas sobretudo sob o signo da “violência” demarcando os limites das políticas voltadas para esses territórios e populações. Busco, portanto, articular elementos empíricos e ferramentas teóricas para compreender como o entendimento de tais populações como emanadoras da “violência urbana” passa a pautar a relação que se estabelece com as mesmas.
This article’s main objective, the process by which addressing violence becomes a constitutive basis of the relationship that establishes the state with marginalized populations. To achieve this purpose, I will present a sequence of events that marked the city of Rio de Janeiro (Brazil) in the week from 21 to 28 November in the year 2010, taken here as a “critical event”. Then I will make a tour to the process by which the favelas become knowledgeable as a territory of “violence”, marking the limits of policies to those territories and populations. Therefore, I seek to articulate theoretical and empirical evidence to understand how the understanding of these populations as producers of “urban violence” transformed their relationship with the State and the public sphere.
Copyright: openAccess
URI : http://hdl.handle.net/10469/6584
Aparece en las colecciones: Revista Urvio No. 15, dic. 2014

Archivos en este ítem:
Archivo Descripción Tamaño Formato  
RFLACSO-Ur15-09-Postigo.pdfRevista - artículo541.67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Todos los ítems de FLACSO se distribuyen bajo licencia CREATIVE COMMONS.

Valid XHTML 1.0!