Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10469/10471
metadata.dc.tipo.spa: Artículo
Title: Comunicación, tecnología y educación: perspectivas iberoamericanas coordinado por Francisco Sierra Caballero y Daniela Fávaro Garrosini
metadata.dc.creator: Lyra Chaves, Gabriel
metadata.dc.date: Jul-2016
Publisher: Quito, Ecuador : CIESPAL
Citation: Lyra Chaves, Gabriel. Comunicación, tecnología y educación: perspectivas iberoamericanas coordinado por Francisco Sierra Caballero y Daniela Fávaro Garrosini (Reseñas). En: Chasqui. Revista Latinoamericana de Comunicación. Diálogo de saberes: giro decolonial y comunicología latinoamericana. CIESPAL (Centro Internacional de Estudios Superiores de Comunicación para América Latina). Julio 2016. Quito, Ecuador : CIESPA, (no. 131, julio 2016): pp. 443-446. ISSN: 1390-1079 (e-ISSN: 1390-924X).
Keywords: PLANEJAMENTO
PRÁTICA
EDUCAÇÃO
TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO
CONTRADIÇÕES
ESTRATÉGIAS
DEMOCRATIZAÇÃO
metadata.dc.format: 443-446 p.
Description: Em 1979, a Unesco oficializa a necessidade de inserir e amalgamar, junto ao planejamento e à prática educacional, as estruturas e práticas comunicativas impulsionadas pelas Tecnologias da Informação e da Comunicação, com o objetivo de promover uma educação “com”, “através” e “dos” meios. Este evento, visto aqui como um dos marcos na transição do capitalismo industrial para o capitalismo cognitivo, deu início a um processo ainda inconcluso, permeado por várias contradições e por estratégias de manutenção dos processos de hierarquização e exploração herdados do capitalismo industrial. Nos mais de 35 anos que se passaram, a implementação desta diretriz da Unesco ainda encontra-se incipiente, e a tarefa de unificar metodológica e epistemologicamente os domínios da educação e da comunicação segue necessária e premente. O campo da educomunicação, ou comunicação educativa, tem por principal objetivo suprir esta lacuna, levando em consideração a necessidade de preservar o caráter universal do acesso ao sistema educacional, fator muitas vezes ignorado por governos e empresas de tecnologia, geralmente os dois atores responsáveis pelas tomadas de decisão relativas às políticas educacionais no contexto da Escola 2.0.
metadata.dc.rights: openAccess
Atribución-NoComercial-SinDerivadas 3.0 Ecuador
URI: http://hdl.handle.net/10469/10471
Appears in Collections:Chasqui No. 131

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
REXTN-CH131-29-Favaro.pdfRevista - artículo273,69 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons